“Como a presidente podia não saber da corrupção que acontecia na Petrobras?”

0
148

“Essa discussão atual causa espanto e surpreende: sabia a presidente Dilma ou não sabia do esquema de superfaturamento na Petrobras? Sabia a presidente da Petrobras, Graça Foster, ou não sabia? O ex-presidente Lula não sabia? É surrealista essa discussão”. As afirmações foram feitas pelo senador Alvaro Dias, em seu último discurso no Plenário neste ano de 2014.

Para o senador Alvaro Dias, não há possibilidade de as principais autoridades da República, assim como os dirigentes da Petrobras de agora ou da época do presidente Lula, não saberem da atuação de uma quadrilha dentro da principal empresa brasileira. Como poderiam não saber se no Congresso, ainda em 2009, todos os parlamentares tinham conhecimento do superfaturamento nas obras da estatal, se o próprio Ministério Público já iniciava investigações, e até mesmo a imprensa divulgava informações, questionou o senador.

“A Presidente Dilma diz que não há razão para a demissão de Graça Foster. Talvez seja motivada por constrangimento: Graça Foster foi informada do que acontecia na empresa, mas a presidente Dilma também foi informada. Afastar a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, neste momento, seria admitir a hipótese do seu próprio afastamento pela mesma causa. A causa que justifica o afastamento de Graça Foster certamente justificaria o afastamento da presidente Dilma, e, talvez, por essa razão, ela se recusa a demitir a gestora da estatal”, afirmou o senador Alvaro Dias.